» As igrejas que não podem faltar no seu roteiro em Salvador
Fitas na Basílica do Senhor do Bonfim, Salvador/BA | Imagem: Adobe Stock
Fitas na Basílica do Senhor do Bonfim, Salvador/BA | Imagem: Adobe Stock

As igrejas que não podem faltar no seu roteiro em Salvador

A capital baiana é muito famosa pela enorme quantidades de igrejas católicas, pois estão diretamente ligadas à história da cidade, que foi uma extensão de Portugal e trouxe a religião da Europa para o Brasil. Salvador conta com 372 delas no total. Segundo a Secretaria de Turismo da Bahia, mais de 100 mil turistas são atraídos para o estado pelas igrejas todo o ano, a maioria delas foram viabilizadas por uma elite colonial.

A história conta que cada família financiava essas construções, era uma forma de expressão de poder. Está indo visitar Salvador e quer conhecê-las?Aqui vão algumas que você não pode perder:

1. Igreja da Ordem Terceira de São Francisco:

É uma das igrejas mais belas de Salvador. A fachada é de estilo barroco, construída sob técnicas que transmitem sensações visuais de profundidade e sombra. A estrutura interna conta com 400 quilos de ouro. Fundação: 1703

2. Igreja Basílica de Nosso Senhor do Bonfim:

É a igreja mais popular da Bahia. A tradicional lavagem das escadarias atrai milhares de peregrinos, fiéis e turistas na segunda quinta-feira do mês de janeiro, após o Dia de Reis. A fachada é parcialmente coberta por azulejos. O interior do templo foi construído em estilo neoclássico. Os portões que circundam o espaço são revestidos por milhares de fitinhas do Senhor do Bonfim, símbolos da fé baiana. Fundação: 1772

3. Catedral Basílica Primacial de Salvador:

Considerada a “igreja mãe” de Salvador, a Catedral Basílica abriga os principais atos litúrgicos do estado. Construída sob um estilo genuinamente barroco, a igreja possui um grandioso acervo de arte sacra. É o maior templo construído pelos jesuítas no Brasil. Fundação: 1672

4. Igreja Nossa Senhora do Pilar e Santa Luzia:

Construída em estilo rococó, com decorações rochosas e pinturas suaves, a igreja tem como maior atrativo a fonte de Santa Luzia. Milhares de fiéis visitam o templo na esperança de resolverem seus os problemas visuais na fonte dedicada à santa protetora dos olhos. Fundação: 1710

5. Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos:

Tem como diferencial a sua identidade religiosa. Foi construída por negros escravizados de fé cristã, que não tinham um espaço para a celebração das suas crenças. Durante as missas, os fiéis cantam e dançam ao som de atabaques, agogôs e pandeiros, instrumentos relacionados à cultura africana. A igreja apresenta estilo rococó e altares neoclássicos.Fundação: 1685 Além dessas, ainda existem muitas outras para serem visitadas na capital soteropolitana.

Que tal fazer sua reserva no Deville Prime Salvador e conhecer essas obras culturais e arquitetônicas? Aproveite, clique AQUI e reserve sua hospedagem em Itapuã.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desfrute de uma experiência única Faça a sua reserva